Católica do Porto despede funcionários e anuncia cortes salariais

Católica do Porto despede funcionários e anuncia cortes salariais

O Centro Regional do Porto da Universidade Católica Portuguesa está a despedir funcionários e decidiu cortar 5% nos salários de todos os seus trabalhadores já a partir deste mês.

Em entrevista à Agência Lusa, o presidente do Centro Regional do Porto da Universidade Católica, Joaquim Azevedo, confirmou os despedimentos e os cortes salariais, afirmando tratarem-se de medidas que visam dar à Universidade “uma situação que lhe permita ser sustentável”.

Joaquim Azevedo referiu que os despedimentos decorrem da decisão tomada em 2009 de extinguir quatro actividades da Universidade: um externato, uma escola tecnológica, o pólo das Caldas da Rainha e “vários” projectos existentes no âmbito do Programa Operacional Potencial Humano.

“Tomámos uma decisão de gestão que foi extinguir essas actividades, que não são específicas da Universidade e que não estão na sua missão”, disse, acrescentando que, como consequência, há “várias pessoas” a quem não foram renovados os contratos a prazo e outras, pertencentes ao quadro, que abandonarão a instituição, sobretudo devido à extinção dos postos de trabalho.

“O processo (de extinção) tem vindo a ser seguido ao longo destes anos, mas agora entra numa fase mesmo final”, justificou Joaquim Azevedo, que precisou estar, actualmente, a negociar a saída de “20 pessoas”.

Afirmando que esta extinção de actividades “gerou uma dificuldade global”, Joaquim Azevedo confirmou que recentemente foi decidido, e comunicado no final da semana passada aos funcionários e professores, cortar 5% na massa salarial já a partir deste mês, por um período de 10 meses.

Fonte: Jornal de Notícias

 

No comments yet.

Deixar uma resposta