Bastonário contesta críticas de Sousa Pinto sobre fim de estágios curriculares

Bastonário contesta críticas de Sousa Pinto sobre fim de estágios curriculares

Marinho Pinto considera que não é sustentável que os estágios dos advogados tenham de ser pagos e frisou que os cursos de Direito «não têm qualidade nenhuma».

O bastonário da Ordem dos Advogados contestou as críticas de de Sérgio Sousa Pinto relativamente ao fim dos estágios curriculares não remunerados como forma de combater o trabalho gratuito.

Ouvido pela TSF, Marinho Pinto disse concordar com o anúncio feito pelo primeiro-ministro no debate quinzemnal de sexta-feira, uma vez que não é sustentável que estes estágios tenham de ser pagos.

«Quem vai remunerar os estágios na advocacia? São os advogados que estão a trabalhar e que disponibilizam os seus escritórios? É a Ordem dos Advogados com as quotas dos advogados? Se o Governo quiser remunerar faça o favor de disponibilizar as verbas», adiantou.

Marinho Pinto discorda também das críticas feitas por Sérgio Sousa Pinto no Facebook, onde este deputado socialista acusa o Governo de ser ainda mais corporativo do que a própria Ordem.

«O verdadeiro interesse corporativo neste caso é o interesse das universidades das escolas de Direito que querem continuar a enganar os jovens vendendo-lhes um curso que não tem qualidade nenhuma. Ninguém reprova nos cursos de Direito», explicou.

Fonte: TSF

 

,

No comments yet.

Deixar uma resposta